Redes Sociais

Destaques

.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Aumento salarial para governador, vice e secretários é aprovado na ALRN

O projeto de lei de autoria dos deputados Tomba Farias (PSB) e Raimundo Fernandes (PROS), que prevê o aumento de vencimento do governador, vice-governador e secretários de estado a partir do dia 1º de janeiro, foi aprovado pela maioria dos deputados presentes na sessão plenária desta quarta-feira (17). A matéria recebeu duas abstenções - Nélter Queiroz (PMDB) e Márcia Maia (PSB) - e um voto contrário do deputado Fernando Mineiro (PT).

O subsídio do governador será de R$ 21.914,76 a partir do dia 1º de janeiro de 2015 e o do vice-governador será R$ 17.531,80. Os secretários de estado receberão provimentos mensais no valor de R$ 14.080,09. Segundo o projeto, assinado pelo presidente e vice-presidente da Comissão de Finanças daAssembleia Legislativa, o projeto visa a recomposição dos subsídios dos agentes públicos  de modo a compensar as perdas sofridas em face do processo inflacionário no período compreendido entre 1º de janeiro de 2003 e 1º de novembro de 2014.

Os índices aplicados, justifica o documento, seguem os mesmo utilizados e fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “As despesas decorrentes desta lei correm à conta das dotações do Poder Executivo no Orçamento Geral do Estado”, assegura.

Nélter Queiroz e Márcia Maia se abstiveram da votação e optaram por não se pronunciarem. Já o deputado Fernando Mineiro, que votou contrário ao projeto, citou a atual situação financeira como justificativa para seu voto.

Assembléia Legislativa RN

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Vereador e prefeito discutem após programa de rádio em Luís Gomes

luciano-pinheiroUm questionamento feito pelo vereador Luciano Pinheiro no seu programa de rádio acabou em discussão na manhã dessa quarta-feira (17/dez) na cidade de Luis Gomes-RN.

Ele perguntou se havia sido feito o pagamento da contrapartida do Seguro Safra. Informações repassadas ao vereador pelo órgão do governo do Estado davam conta de que até o momento o pagamento não havia sido registrado O vereador disse no seu programa de rádio que 6 parcelas de R$ 5.826,75, totalizando mais de R$ 34 mil reais. Na oportunidade pediu que alguém da administração pudesse ligar ao vivo para prestar esclarecimentos.

Após o termino programa o vereador disse que recebeu uma ligação pedindo que ele se dirigisse até a procuradoria do município. Após chegar ao local foi questionado sobre as informações repercutidas por ele no seu programa de rádio. Enquanto esclarecia os fatos outras pessoas, há exemplo do prefeito Dr. Tadeu Nunes, sua esposa e secretária de assistência social Magda Nunes e seu filho e também secretário de saúde Tadeu Júnior, entraram no recinto e também começaram questioná-lo, gerando um bate-boca.
A irmã e secretária de finanças, Estela Nunes,  chegou ao ponto de gritar com o vereador ordenando que ele saísse da prefeitura. Em contato com nossa reportagem o vereador atribuiu o desentendimento ao fato de ter publicado nas suas redes sociais algumas criticas as irregularidades encontradas na atual gestão.

A reportagem do COFEMAC tentou entrar em contato com a assessoria da prefeitura, mas ninguém atendeu as ligações. O espaço está aberto para outra parte citada.

COFEMAC

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Tadeu tem contas referentes a 2011 reprovadas pela Câmara de Luís Gomes

Aconteceu na noite de ontem (15) mais uma reunião ordinária da Câmara de vereadores de Luís Gomes.

Um dos assuntos da pauta foi a Prestação de Contas do Poder Executivo no ano de 2011. A matéria só foi discutida na reunião graças a uma determinação do juiz de direito da comarca, Dr. Osvaldo Candido de Lima Júnior, já que o presidente do legislativo pretendia adia-la para próximo ano.

Todos os vereadores compareceram. Cinco dos nove votaram contrários as contas: Anselmo Bento, Gean Batista, Luciano Pinheiro, Maria Gerusa e Mariana Fernandes. Enquanto Francisco Joseilson, Maria da Graça, Segundo e Firmino Nunes foram pela aprovação.

Com isso, fica mantida a reprovação sugerida pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte, o que deve resultar em sanções severas ao atual prefeito de Luís Gomes, Tadeu Nunes.

 

Foto: Roberto Fernandes

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Vereador volta a fazer duras críticas ao descaso com a saúde em Luís Gomes

O vereador Luciano Pinheiro usou mais uma vez sua página em uma rede social para denunciar o descaso administrativo vivido pela população luísgomense, principalmente na área da saúde.

10850133_687577558026444_1017955270949880959_n

Em sua postagem, além de apontar falhas na gestão, questiona notas de empenhos, e externa sua indignação pelo fato do corpo senhor Antonio Amaro, falecido tragicamente na tarde do último sábado (13), ter ficado aproximadamente quatro horas no local do acidente aguardando um veículo adequado para conduzir o corpo para receber os cuidados funerários. Foi necessário aguardar a chegada de uma ambulância vinda do vizinho município de Major Sales, já que o único disponibilizado pela secretaria de saúde de Luís Gomes foi um FIAT UNO – PSF, o que foi recusado pela família.

Veja a postagem do vereador na íntegra:

FALTA DE AMBULÂNCIA: UM DOS GRAVES PROBLEMAS DO SISTEMA DE SAÚDE DE LUIS GOMES

O cidadão Antonio Amaro foi uma das vítimas mais recentes da administração municipal. Morto por imprudência própria na tarde de anteontem, mesmo depois de seu corpo ter sido liberado por um médico que se encontrava de folga na nossa cidade, ficou cerca de quatro horas largado no passeio público, no Conjunto Sol Nascente, porque não havia ambulância para transportá-lo até o Hospital Municipal “Vereador Antônio Linhares” onde começaria, enfim, a receber os serviços funerários.

Já noite, por volta das 18h30m, o cadáver que se encontrava no escuro, isso porque das três luminárias públicas da Rua (que também não tem identificação) apenas uma se encontrava funcionando, foi removido pela ambulância do vizinho município de Major Sales, que veio ao nosso atendendo a pedidos de amigos e de familiares da vítima. O único transporte que o município de Luis Gomes disponibilizou para o traslado, também porque não existia outro, foi o FIAT Uno, do PSF. A família rejeitou. Ser humano, mesmo que já defunto, não pode ser tratado como uma coisa. Quem estava acompanhando ficou indignado e não poupou críticas à administração dos Nunes.

Segundo informações prestadas por um profissional da saúde local, que pediu para não ser identificado, para evitar represálias, o município possui apenas duas com condições de voltar a ativa um dia. Uma delas se encontra numa oficina da cidade de Pau dos Ferros e a outra na do popular Dadinha Morais, aqui na cidade, há cerca de cinco ou quatro meses.

Informação do Portal da Transparência do município de Luís Gomes registra gastos com a ambulância que se encontra na oficina local, quebrada muito provavelmente por falta de manutenção no tempo certo. As fotos que ilustram esta matéria também mostram como se encontra o veículo. Mesmo sem ter o serviço concluído o município pagou antecipado R$ 7.595,18 (sete mil, quinhentos e noventa e cinco reais e dezoito centavos) a Adalberto Almeida Morais e isso no último mês de agosto. Segundo a mesma fonte, que pediu para ficar no anonimato, o custo total do serviço (fazer o motor) da FIAT DUCATO, de Placa MNV8608, será em torno de R$ 17.000,00 (dezessete mil reais). A administração precisa explicar aos luisgomenses, como provam as notas de empenho e de pagamento que seguem, porque pagou por um serviço que ainda não foi recebido.

O sistema de saúde do nosso município nunca funcionou bem, mas jamais esteve tão mal quanto agora. Falta de medicamentos e insumos básicos; de atendimento odontológico constante; de estrutura física adequada na zona rural e de profissionais (auxiliares, técnicos, enfermeiros e médicos). Estamos passando por momentos difíceis sem perspectiva de encontrar uma solução a curto ou a médio prazo. Na verdade abandonados, à própria sorte, pelo médico Francisco Tadeu Nunes, que assumiu o governo prometendo fazer a mudança para melhor mas o que fez foi apenas consolidar um modelo fracassado de administração que estava em curso há muitos anos.

É preciso iniciar na justiça uma investigação para apurar toda a aplicação dos recursos da saúde do nosso município de agora e de antes. Eu, como vereador, pelo menos tenho tentado, mas estou tendo o meu poder de fiscal limitado pela ação criminosa do gestor que não atende minhas solicitações e não libera documentos importantes e necessários para a abertura de um processo investigativo que possa gerar resultados mais contundentes.

O Ministério Público Estadual, na pessoa de Dr. Ricardo José da Costa Lima, tem contribuído nesse enfrentamento e, inclusive, neste mês, Recomendou ao Prefeito responder todos os documentos solicitados pelo mandato que ocupo e também os que foram encaminhados por outros que compõem o Poder Legislativo. Mas acredito, pelo o que já se conhece, a partir do que está à vista de todos e dos muitos documentos que já foram compilados por mim, que já é suficiente para exigir providências e obter resultados capazes de responsabilizar todos os que estão patrocinando a destruição da nossa querida Luis Gomes. O povo precisa também partir para o enfrentamento, deixar de ser apenas espectador. Não adianta ficar por aí dando milho aos pombos, esperando apenas que um ou outro faça a história mudar.

10858463_687577581359775_1571055422166702504_n10850133_687577558026444_1017955270949880959_n(1)10513438_687577601359773_488574120760947347_n10869809_687577614693105_6032263852097776477_o

sábado, 13 de dezembro de 2014

Homem morre atropelado pelo próprio carro em Luís Gomes

Na tarde de hoje (13) aconteceu uma tragédia no bairro Sol Nascente, na cidade de Luís Gomes.

O senhor conhecido como Antônio Amaro morreu vítima de atropelamento. Ele parou seu veículo tipo caminhonete (C10), mas não ativou freio de mão nem engatou marcha e acabou sendo atingido pelo próprio carro.

O corpo continua no local do sinistro aguardando a perícia do Instituto Técnico-científico de Polícia – ITEP.